Página Inicial > Design e Arte > Você sabe a diferença entre logotipo, símbolo, logomarca e marca?

Você sabe a diferença entre logotipo, símbolo, logomarca e marca?

Marcas, logotipos, logomarcas, símbolos, imagens representativas da empresa

Marcas, logotipos, logomarcas, símbolos, imagens representativas da empresa

O que é o Símbolo?
O símbolo é um dos elementos base da identidade visual que pode integrar (ou não) uma marca. Pode ser abstrato e desprovido de significado, figurativo e representativo de conceitos ligados à atividade da instituição ou à sua política. Constitui frequentemente o elemento mais forte da identidade corporativa e concentra na sua simplicidade toda a força de uma identidade global complexa e de múltiplos significados.
Dispensa palavras. Facilmente entendido, dificilmente explicado.

O que é o Logotipo?
O logotipo é a forma particular como o nome da instituição ou produto é representado graficamente, pela simples escolha de uma fonte de texto ou desenho original de uma fonte específica. Juntamente com o símbolo, constitui a logomarca/marca, no entanto, é frequentemente o único elemento e principal representação gráfica da mesma.

O que é a Logomarca/Marca?
Entende-se por marca a representação simbólica de uma instituição, produto, serviço…
A representação simbólica é normalmente constituída por um nome e por imagens ou conceitos que a distinguem. Quando se fala em logomarca, usualmente referimo-nos à representação gráfica no âmbito e competência do design gráfico, onde a marca pode ser representada por uma composição de símbolo e/ou logotipo. Uma logomarca eficiente consegue, ao mesmo tempo, ser simples, objetiva, forte, expressiva, moderna, harmônica e original.
No entanto, o conceito de marca é bem mais abrangente do que a sua mera representação gráfica. A instituição, através de seu nome e representação gráfica – comunica a “intenção” de um produto/serviço, que traduz os seus atributos e a diferencia no mercado. É isto que a faz especial e única frente à concorrência.
O papel do marketing é a constante busca de associação à marca de uma “personalidade” ou uma “imagem mental”. Desta forma, o seu objetivo será “marcar” a imagem na mente do consumidor, ou seja, agregar valores positivos entre a imagem e a qualidade do produto.

Símbolo X Logotipo X Marca
Podemos representar uma marca através do símbolo ou do logotipo, são duas formas de materialização de um conceito mais ou menos abstrato para o público.
É comum as pessoas se referirem ao símbolo como logotipo. Diz-se frequentemente: o logotipo da nike (onda) ou da shell (concha), quando, na verdade, a intenção é a referência ao símbolo.
Também existem casos em que não é possível fazer a dissociação entre os dois elementos, nestes casos (bmw, martini) a marca integra símbolo e logotipo de tal forma que a sua separação se torna impossível.
No entanto, o conceito de marca é bastante mais abrangente do que a sua mera representação gráfica. A instituição, através de seu nome e representação gráfica – comunica a “intenção” de um produto/serviço, que traduz os seus atributos e a diferencia no mercado. É isto que a faz especial e única frente à concorrência.

Fonte: Artigo do Mercado Livre


Brincadeira com marcas, logotipos, logomarcas, símbolos.

Brincadeira com marcas, logotipos, logomarcas, símbolos.

Agora a explicação do dicionário:

Marca
Nome, expressão, forma gráfica, etc., que individualiza e identifica uma empresa, um produto ou uma linha de produtos. [logotipo, logomarca e símbolo-marca]

Logomarca
Marca que reúne graficamente letras do nome da empresa e elementos formais puros, abstratos. Qualquer representação gráfica padronizada e distintiva utilizada como marca; representação visual de uma marca.

Logotipo
Grupo de letras fundidas em um só tipo, formando sigla ou palavra, usualmente representativas de marca comercial ou de fabricação. Por extensão: Marca constituída por grupo de letras, sigla ou palavra, especialmente desenhada para uma instituição, empresa, etc.

Símbolo-marca
Símbolo gráfico, geométrico ou figurativo, utilizado como marca; marca-símbolo; símbolo-marca.

Logo
[Do gr. lógos]
El. comp.
1. = ‘palavra’, ‘tratado’, ‘estudo’, ‘ciência'; ‘que estuda’, ‘que trata’.

 

Minhas considerações:

Após ler as explicações acima não é difícil perceber a importância da marca para uma empresa, ela é a representação mais eficiente da empresa na mídia. Muitas vezes associamos uma cor à uma marca, vide exemplo do “vermelho Coca-Cola”. Essa empresa pode abusar e ir além, se ela colocar um ponto vermelho no cantinho de uma página totalmente branca com alguma frase de efeito (algo como “Viva a vida”) já percebemos logo que se trata de uma propaganda da Coca-Cola.

Um erro muito grave acontece quando a empresa investe em pessoal, investe em mobiliário, investe em publicidade e se esquece da marca. Uma marca bem conceituada por si só pode levar uma empresa ao sucesso, mas cuidado que o contrário também acontece, uma marca mal formulada pode levá-la ao fracasso total.

Meu jabá: Direto e reto, se você precisa de uma marca sólida para sua empresa, solicite um orçamento sem compromisso ;-)
C3 Soluções

OBS: Perceberam a pegadinha na segunda foto?

 

  1. 21, março, 2012 em 14:51 | #1

    O mais importante é entender que, nomenclaturas a parte, é fundamental transmitir corretamente a imagem que o cliente deseja. E isso, em publicidade, é primordial. Segundo o IBGE, de cada 100 empresas brasileiras, 24 fecham as portas no primeiro ano de vida. Essa alta porcentagem está relacionada ao fato que de muitas delas não entendem quão importante é se tornar atraente para o seu cliente. E isso, invariavelmente, depende de uma logo executada profissionalmente.
    Especialistas afirmaram que levamos em media três segundos para criar mentalmente a imagem de uma pessoa, e isso também vale para as empresas. Por isso, em seus materiais publicitários, seja um símbolo, uma logomarca ou um logotipo, um componente surpresa pode desempenhar um papel importante! As pessoas estão cansadas de padrões pré-determinados e logos tediosas.

  2. Luis
    25, junho, 2013 em 13:43 | #2

    Estudo design e, no meio acadêmico, não se define “logomarca” como um termo oficial. É um termo vulgar, bastante repetido pelo público leigo, mas que, segundo as necessidades de formalização da profissão, não deve ser utilizado por profissionais. O que existe são os termos “símbolo” (representação imagética, tal como a garrafinha da coca-cola, ou a janelinha do Windows), “logotipo” (representação tipográfica, ou escrita) e “marca” (o conjunto dos elementos visuais).

  1. Nenhum trackback ainda.
*